Mais uma atleta de Paranavaí vem se destacando cada dia mais nas pistas de atletismo do Brasil e do mundo. Trata-se de Tamires Santana, uma jovem que gostava de jogar futsal no Colégio Flauzina Dias Viegas e foi descoberta por acaso, conforme relatos do seu treinador Aguinado Souza dos Santos. Foi indicada pela professora de Educação Física Beth para participar de treinos de lançamento de pelota e visitar os treinos na pista. Logo foi identificado seu perfil para o lançamento de dardo e na primeira competição atingiu marcas expressivas conquistando o título. received_941956832507043É comum pessoas visitarem a pista de atletismo do Colégio Estadual de Paranavaí e encontrarem Tamires treinando exaustivamente, mesmo depois do horário estipulado pelos treinadores. Sua determinação foi tão grande que Tamires sorri ao contar que a única referência para encontrar a pista de atletismo do Colégio foi o Supermercado Guguy, mas ela encontrou e agora brilha.

download (2)

Mimi, Tamires e Aguinaldo

Jeito simples, Tamires é mais uma atleta que sonha em representar o país nos Jogos Olímpicos, e para isso segue treinando todos os dias sob o comando dos professores Mimi e Aguinaldo. O que chama a atenção é que a jovem não é a unica a se destacar nessa modalidade em Paranavaí. Há varias décadas, desde 77 para ser mais exato, Paranavaí tem se destacado nessa modalidade, não só no Paraná, mas também no Brasil e no mundo. Apesar das dificuldades que a modalidade encontra, professor Mimi e agora Aguinaldo vêm dando exemplos de dedicação e competência na detecção de talentos, mas principalmente na formação desses jovens.received_941956669173726received_941957455840314

A pista de atletismo construída na década de 70 para os Jogos Abertos de 1975 sofreu pela dificuldade de paternidade com um imbróglio que parece não ter fim entre Estado e Município. Outra dificuldade é que por falta de espaço a pista não tem a metragem oficial (possui 392 m contra os 400 m exigidos), por isso não pode receber competições oficiais da modalidade. Os vândalos também dão sua contribuição se aproveitando de momentos de solidão para depreciarem o patrimônio público. received_941963105839749A manutenção e os cuidados são realizados por Mimi, Aguinaldo e pelos próprios atletas, além do município é claro. Mesmo com todas essas dificuldades, os professores Mimi e Aguinaldo seguem trabalhando firme para continuar revelando talentos que fazem do atletismo de Paranavaí um dos nossos melhores representantes em competições oficiais. Os treinadores também desenvolvem o projeto de atendimento a comunidade juntamente com ex atletas/acadêmicos: Iniciação ao Atletismo Unespar/AOCP na pista da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR/FAFIPA. Aliás, muitos atletas que iniciaram no atletismo cursaram ou cursam Educação Física  na própria instituição, fato que mostra que o objetivo dos professores não é só na formação de talentos, mas a orientação para a vida.received_941962979173095

Tamires, hoje com 17 anos, cursa o terceiro ano no Colégio Flauzina Dias Viegas, treina pela Associação de Atletismo de Paranavaí, entrou esse ano na categoria juvenil, faz parte do “Top Talentos Olímpicos do Paraná”, recebe bolsa do governo federal e conta ainda com o apoio da Academia Body Fit juntamente com outros atletas. received_941962475839812Dentre muitos resultados conquistados na carreira apesar da pouca idade, Tamires se destaca como vice-campeã sul-americana, campeã dos Jogos Abertos, campeã sul-americana e mundial escolar, também foi várias vezes campeã brasileira mirim e menor. Um detalhe curioso foi que Tamires teve índice para o campeonato mundial sub-18 mas não pode participar porque estava abaixo da idade permitida, na época com 15 anos. Apesar da especialidade ser o lançamento de dardo, Tamires também já venceu competindo no arremesso de peso, e lançamento do martelo.

A jovem, apesar de vários convites de grandes equipes pelo país, declarou que não se preocupa no momento em abandonar a cidade natal, pois entende que a qualidade dos treinadores Aguinaldo e Mimi supre a necessidade maior em estruturas que suportam uma atleta de ponta, como um preparador físico, nutricionista, fisioterapêuta, psicólogo e outros, mas sabe que uma hora terá que partir. Outro ponto de vista interessante, é que ao contrário de colegas que a antecederam, não pretende cursar Educação Física no momento, para não atrapalhar o projeto de chegar aos Jogos Olímpicos. Disse inclusive que trocou recentemente de escola para não prejudicar os treinos em função de compromissos escolares no contra-turno.

Outro detalhe importante é que até 2015, Tamires era a número um no ranking Brasileiro na categoria “Menor”. Em 2016 subiu para a categoria “Juvenil” onde compete com atletas até 3 anos mais velhas (17, 18 e 19), mas ela não desanima e busca tirar essa diferença com muita garra e dedicação.

20160118_172035 - Cópia

Mimi, Rafael, Tamires e Aguinaldo

Esperamos que esse sonho da jovem Tamires possa se realizar, e que ela siga sua trajetória como muitos que aqui começaram. E que os professores Mimi e Agnaldo possam continuar esse trabalho maravilhoso para o crescimento do esporte em nosso municipio.

 

BOA SORTE TAMIRES!