A cidade de Brusque (SC) sediou de 30 de janeiro a 4 de fevereiro o Grand Prix de Futsal. O ala Bruno Rafael, que começou nas categorias de base do São Lucas, de Paranavaí, ajudou a conquista da Seleção Brasileira, na final contra a República Tcheca. Ele entrou quando o Brasil perdia por 2×1 e o time virou para 4×2.
Os outros resultados favoráveis do Brasil foram: 10×1 contra o Uruguai, 8×4 contra a Bélgica, 6×1 contra Costa Rica e 9×4 República Tcheca (primeira fase).
“Analiso como um início muito difícil, pois eu fui convocado de última hora, na sexta-feira, para me apresentar na segunda. Ou seja, fui para Seleção sem pré-temporada. O título teve o valor muito maior por conta dessa superação. Na final, entrei apenas no segundo tempo, com 15 minutos para terminar, graças a Deus entrei e mudei a partida. Somando dois títulos Sul-Americano e Grand Prix, fui convocado três vezes”, disse Bruno Rafael (conhecido em Paranavaí como Bruninho).
Bruno Rafael integra atualmente a equipe de Joinville – em 2017 ele defendeu o Magnus de Sorocaba. O evento marcou a 99ª conquista do craque Falcão que está próximo dos 400 gols na vitoriosa carreira.
Fonte: Jornal Diário do Noroeste