O torcedor que nos últimos anos se acostumou a marcar presença nos jogos do Cascavel Futsal no Ginásio da Neva pode ter que enfrentar um novo percurso na cidade para acompanhar aos jogos da equipe em 2018. É que atualmente o ginásio da Associação Atlética Coopavel, na BR-467, saída para Toledo, é a opção número 1 para a
Serpente Tricolor mandar seus jogos na temporada em que retorna para a Liga Nacional e na qual tentará ampliar
sua hegemonia como maior vencedor do Campeonato Paranaense.
Com o retorno à maior competição do salonismo nacional, os velhos problemas voltaram à tona no Ginásio da
Neva. Na última quinta-feira o prefeito Leonaldo Paranhos esteve no local com uma equipe de apoio formada por diretores e técnicos da Secretaria Municipal de Cultura e Esporte e constatou a necessidade de melhoria na estrutura, mais especificamente em três pontos: iluminação, pintura nas rampas de acesso e cabines de imprensa.
“Foi feito um levantamento do que precisa ser feito. Não são problemas de agora, são de muitos anos. O ginásio
foi inaugurado há 33 anos [em 1985] e só recebeu grandes melhorias em 1996 e 2007. O prefeito volta a
despachar nesta quinta-feira [volta de Brasília/DF) e então vai ser levantado junto às outras secretarias o que
cada uma pode disponibilizar para a solução dos problemas, como serviço, material ou mão de obra. É uma saí-
da para não precisarmos abrir licitação, o que faz o processo demorar cerca de 90 dias. Com a ação conjunta
entre as secretarias podemos resolver o que compete aopoder público até o dia 21 ou 22 de março. Isso se o Cascavel garantir que irá jogar no local”, explica o secretário municipal de Cultura e Esporte, Walter Parcianello.

MELHORIAS
Enquanto perdura o impasse sobre o Ginásio da Neva ser ou não a casa do CascavelFutsal em 2018, a diretoria da
Associação Atlética Coopavel investe em melhorias em seu ginásio, com a troca da grade metálica que separa a quadra das arquibancadas por uma estrutura de alvenaria e o recuo dessa mureta rumo ao torcedor, numa obra semelhante àquela pela qual passou a Neva há algum tempo

OUTRA CIDADE?
Outra opção do Cascavel Futsal, esta considerada mais radical, é atuar em outra cidade neste ano pela Liga. Esta é a terceira alternativa da diretoria, que tem o ginásio da Coopavel como primeira opção, seguida pelo Ginásio da Neva. Apontar três locais para sediar jogos é praxe protocolar em competições e a terceira opção da Serpente Tricolor é sair da cidade para receber uma partida pela Liga Nacional por conta da incompatibilidade do Ginásio Sérgio
Mauro Festugatto com as regras da competição, por causa do recuo da quadra, que não há como ser mexido.

Texto: Fábio Donega