A equipe beltronense tem apenas seis nomes novos para a temporada 2018.

A grande aposta do Cresol/Marreco para conquistar títulos em 2018 é a manutenção da base do time do ano passado, que ficou entre os quatro melhores da Liga Nacional e em segundo lugar no Paranaense. Para este ano, são apenas cinco nomes novos: os goleiros Gaúcho (ex-Asif/Ibirubá/RS) e Brunno (ex-Quedas do Iguaçu), o fixo Éder (ex-Guarapuava), o ala-esquerdo Bateria (ex-Barcelona) e os pivôs Dener (ex-Carlos Barbosa/RS) e Rafinha (ex-Split Tommy/Croácia).
A diretoria manteve dez jogadores de 2017: os goleiros Quinzinho e Beccon, os fixos Fabiano Assad e Renan Fuzo, os alas Richard, Guina, Emerson, Sol Sales e Pedro Rei e o pivô Sinoê. A comissão técnica também foi mantida, valorizando o trabalho do ano passado. “A gente fica feliz que o trabalho foi reconhecido. Esperamos ir ainda mais longe em 2018”, diz o ala Guina, que se recupera de cirurgia no joelho.

Fonte: Jornal de Beltrão