Noroestão IIICercado de grandes expectativas na cidade, o Ginásio “Emilio Garrastazu Medici” , o “NOROESTÃO” caminha para a sua reta final de conclusão. Ginásio que abrigou grandes jogos nas décadas de 70 e 80, se tornou obsoleto em função das dimensões de sua quadra. Com um projeto dividido em três etapas, a primeira, e talvez a mais importante (readequação da quadra) está em fase final e o time da cidade “São Lucas” ja treina no local. O que impossibilita a realização de partidas oficiais são: os equipamentos (traves, tabela de basquete, placar eletrônico etc..) estão em fase final de licitação, a parte elétrica que foi danificada em função da demora na execução do projeto e seria contemplada apenas na segunda parte do projeto, porém está sendo feita com recurso próprio do município. As três etapas são: 1) Readequação da quadra e projeto do bombeiro, 2) Telhado e iluminação, 3) Banheiros e vestiários. Para o secretário de esportes Rafael de Souza, ainda é difícil dar prazo para a conclusão, pois depende-se de prazos legais de licitação, mas acredita que esse ano ainda o Ginásio estará a disposição para a população. “Uma pena um jogo tão importante como esse contra o Joinville não poder ser realizado aqui, como se tratava de um recurso federal, precisamos aguardar os repasses para a empresa concluir a obra, o que demorou muito tempo, para ser mais preciso, anos, mas agora esta na reta final”.

Fonte: SEMEL