Antes mesmo de começar, o Campeonato Paranaense da 2ª Divisão 2017 apresenta seus problemas. O jogo de estreia do Atlético de Paranavaí seria no Estádio Willie Davids, domingo, em Maringá, mas o jogo contra o Maringá FC foi transferido para o Estádio ABC em Foz do Iguaçu.
O motivo de mudança de local é o fato da administração do Estádio não ter encaminhado dentro do prazo os laudos técnicos. A diretoria do Maringá FC tentava ontem nos bastidores manter o jogo em sua cidade, mas o site da FPF informava a transferência para Foz do Iguaçu, a partir das 15h30.
O outro time maringaense, o Grêmio, com a perda de mando de campo, decidiu levar seu jogo para Prudentópolis, contra o Cascavel. Na segunda rodada, o time de Paranavaí terá de cumprir a perda de mando de um jogo, que pode ser em Foz do Iguaçu.
A diretoria ainda não confirmou o local, tendo Londrina como segunda opção, mas o aluguel do Estádio do Café seria de R$ 20 mil, o que inviabilizaria seu uso, informou o supervisor Marquinhos Paraná.
A punição aos clubes de Paranavaí e Maringá é por conta da briga entre as duas torcidas quando de um jogo pelo estadual sub-23 no Estádio Waldemiro Wagner, no ano passado.
DOCUMENTAÇÃO – Até ontem, nenhum jogador do Atlético de Paranavaí tinha sido registrado. Marquinhos Paraná informou que o clube estava fazendo pagamento de taxas de transferências de 16 atletas.
O elenco conta com quase 25 jogadores. O supervisor garantiu que o técnico Rafael Andrade terá todos os atletas à disposição para a estreia. A demora nos registros é atribuída pelo supervisor à burocracia da Federação Paranaense.
FOLHA SALARIAL – Circulou informação quando do jogo- treino contra o Paiva Jeans, domingo de manhã, sobre atraso no pagamento do salário dos jogadores e funcionários do Atlético de Paranavaí. Marquinhos Paraná negou essa informação, acrescentando que a folha salarial do Vermelhinho gira em torno de R$ 110 mil.
Fonte: Diário do Noroeste