12 pontos são suficientes para o Atlético de Paranavaí garantir presença na segunda fase da Divisão de Acesso do Paranaense. A projeção foi feita ao Diário do Noroeste pelo técnico Fernando Alcântara.
Equivale dizer que basta ao Atlético de Paranavaí vencer apenas mais um jogo dos cinco que lhe restam nesta fase para se classificar. “A vaga ainda não está garantida, de forma alguma. Acredito que precisamos estar com 12 pontos para alcançar a próxima fase”.
Nesta fase, os 10 clubes jogam entre si em apenas um turno, portanto, cada time tem apenas 9 jogos por disputar. Quatro rodadas já foram realizadas, e tem times com zero ou apenas um ponto. O Vermelhinho soma 9, três a menos que o líder, o Operário.
No domingo, o Vermelhinho joga em Cornélio Procópio, contra o PSTC e cobra dedicação de seus jogadores. “Quero a equipe com a mesma dedicação, humildade, seriedade e encarar da mesma forma que encaramos os outros adversários”.
O Vermelhinho teve um início conturbado de campeonato, com falta de estrutura para treinamentos físicos e elenco pequeno. O técnico Fernando Alcântara tratou do assunto ontem com o Diário do Noroeste.
“Estamos tentando fazer o máximo para poder oferecer o melhor e melhorar o trabalho com a consciência bastante tranquila de que estamos oferecendo, em prol do time, o melhor dentro das condições que nos foram oferecidas”. Ele destaca a necessidade de melhorar as condições atuais. “Precisamos melhorar, não podemos acomodar em qualquer zona de conforto, seja ela em excesso ou em escassez de condições”.
Uma coisa é certa: o elenco continua reduzido, agora em função de atletas contundidos. “Estamos observando, ainda é cedo para ter a ideia acertada sobre os contundidos. Acredito que até o final desta semana tudo deverá estar resolvido, para entrar com a força total”.
Os atletas Robson, Magno e Maurim deram apenas voltas no gramado do Waldemiro Wagner, enquanto Macedo iria passar por exames para atestar a gravidade de sua lesão.
O meia Damião entrou durante o jogo contra o Andraus, domingo passado, e agradou também o treinador. “Me agradou, futebol é assim, muitas vezes a oportunidade faz um grande atleta”.
Fonte: Jornal Diário do Noroeste