Perto de decidir uma vaga para a semifinal da Chave Ouro, o São Lucas perde uma das suas principais armas ofensivas em 2017. Em sua primeira ida ao futsal europeu, o ala/pivô Jean Ribeiro deixa a equipe de Paranavaí defender o Ayat do Cazaquistão.
Com 14 gols na Ouro, o jogador é o artilheiro da equipe e o terceiro maior goleador do campeonato, ficando a frente de nomes como Sinoê do Marreco e Jamur do Pato. Em sua despedida, Jean faz questão de ser grato aos dirigentes da equipe de Paranavaí. “Agradeço a diretoria e o treinador por acreditarem em meu potencial. Foi uma temporada inesquecível pra mim, um ano em que fui muito feliz. Só quem joga no São Lucas sabe como é bom jogar ali”.
O camisa 13 realça alguns pontos positivos da temporada: “Não tenho o que dizer dos meninos que vão deixar saudades. Agradeço a essa torcida maravilhosa, que o tempo todo sempre nos apoiou e ajudou fora da quadra. Fico muito triste por não poder ajudar eles no último jogo das quartas de final”.
Após empatarem no Lacerdinha por 1 a 1, São Lucas e Copagril se enfrentam na próxima segunda-feira (16) no Ginásio Ney Braga em Marechal Cândido Rondon. A pedido dos cazaques, Jean não pôde esperar e terá que partir antes da partida de volta.
Em seu novo clube, Jean Ribeiro chega para substituir outro ala brasileiro. Maikinho juntou-se ao Araz do Azerbaijão em setembro, deixando uma vaga na equipe. No Cazaquistão, o Ayat tem o Kairat como principal adversário.
Mesmo lamentando o fato de não poder defender o São Lucas na reta final da temporada, o jogador fala sobre a realização de um grande objetivo pessoal em sua nova jornada: “É um sonho de criança de jogar fora do Brasil. Tive essa oportunidade e não poderia desperdiçar. Farei de tudo pra que seja uma temporada maravilhosa como foi essa no São Lucas”.
RBM Assessoria de Imprensa
João Vitor Rezende Borba

Contato: (44) 997023364 / (42) 999932664