Após ter conquistado o título da Chave Prata em 2008, por questões politicas entre prefeitura, Marreco e Beltrão Futsal ficou definido o fim do clube. Indignados com a situação, um grupo de torcedores encabeçados por Marcio e Cassiano, além dos remanescentes de 2008 resolveram disputar a Chave Prata novamente só que desta vez pela vizinha cidade de Renascença. Começaram com apenas 5 jogadores e o time novamente foi conquistando resultados a ponto de retornar a Beltrão e em especial a cidade norte. Empolgados com a campanha a equipe chegou as quartas de final contra Clevelandia e depois de uma derrota na casa do adversário por 4 a 0 houve a troca de comando do até então Glauber Pietro por Rafael de Souza (Campeão em 2008). Vitória e empate em casa e a classificação para a semi-final, nova vitória e empate contra Guaraniaçú (equipe destaque da competição) e uma situação inusitada, pela primeira vez na história um mesmo clube subia duas vezes seguidas para a Chave Ouro de Futsal. Na decisão, duas derrotas para o favorito Palotina e o vice campeonato com muita honra de um clube que entrou apenas para garantir a vaga mas que conseguiu novamente o acesso e o respeito do salonismo.

FB_IMG_1435437403120 (1)

Douglas, Clade, Rafael de Souza, Hernandes, Gian, Alex Maranhão e Pretinho.

 

FB_IMG_1435437408191 (1)

Pretinho, Rafael de Souza e Osnei ao fundo!!!

Marreco Futsal 2009 - rafael octaviano

Hernandes, Junior, Thiagão, Maicon, Clade, Osnei, Paulo Lodo, Massagista ?, Glauber Pietro (Treinador). Douglas, Gian, Kliver, Serginho, Pretinho e Marcelo Jucá. Ausentes da foto Rafael de Souza (chegou depois), Ronaldo “Queixo” e Aléx Maranhão.

Fotos: Arquivo Adolfo Pegoraro