O elenco do Atlético de Paranavaí enfrenta vários casos de lesão desde o início da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense.
São situações rotineiras numa equipe de futebol profissional, mas chama atenção o fato de atletas acusarem dores quando do aquecimento, antes de um jogo, como no domingo passado.
O preparador físico José Fernando diz que os casos de Diego e Kaique, ocorridos no domingo passado, são atribuídos a fadiga muscular ocasionada pelo acúmulo de trabalho.
O grupo estava trabalhando com sessões de musculação e esse trabalho não teve sequência, disse o preparador. “Infelizmente não pudemos dar sequência no trabalho. Estou aqui há quatro meses e só fizemos oito sessões na academia. Quando os atletas estavam começando a se adaptar, e o resultado aparecer em campo, tivemos que parar. Isso atrapalhou no processo de sustentação na musculação dos atletas para que eles possam suportar a carga de treinamentos”.
Ele acrescentou: “Em todos os times acontecem fadigas nos atletas. Quando eles falam que estão sentindo cansaço, a gente tira eles do treino. Na verdade, nossos desfalques foram por fadiga e não lesão muscular. No domingo passado Kaique e Diego foram testados no treino e sentiram fadiga, por isso não foram para o jogo”.
Kaique e Diego acusaram, ambos, dores no adutor, “um músculo que o atleta está sempre utilizando quando vai chutar. É normal o cansaço do adutor. Fadiga é o cansaço da musculatura”, explica José Fernando.
Hoje, no elenco, são quatro jogadores se recuperando de fadiga. Além de Kaique e Diego, fazem tratamento Magnum e Maurim. “Aqui não temos estrutura, não temos médico fisioterapeuta à disposição, temos sim gelo e água”, reclama o preparador físico. Diego, Magnum e Maurim já fizeram um treinamento leve e não sentiram nada. Kaique ainda não voltou a treinar.
No próximo domingo, o Atlético de Paranavaí joga em casa, contra o Independente de São José dos Pinhais, pela 3ª rodada do quadrangular decisivo. O Vermelhinho vem de empate contra Rolândia (1×1), apesar disso o técnico Fernando Alcântara vê possibilidade do time buscar a classificação à Divisão de Elite.

Fonte: Jornal Diário do Noroeste