O Atlético de Paranavaí segue cumprindo seu dever de casa, ganhando seus jogos no Estádio Waldemiro Wagner para, assim, garantir vaga na segunda fase da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. Domingo, bateu fácil o Andraus Brasil, por 3×1, e pulou para terceiro lugar na classificação.
Enquanto comemora mais uma vitória em casa, o técnico Fernando Alcântara ganha mais dores de cabeça. Quatro jogadores fecharam o domingo com contusão. O lateral Magno sequer entrou em campo – fez teste no vestiário e foi vetado. Maurim e Macedo deixaram o campo contundidos, e Robson se machucou durante treino no final de semana.
O problema é o elenco reduzido de atletas – eram 18 inscritos até o final de semana. No banco de reservas, no domingo, eram cinco suplentes, e com a contusão do lateral esquerdo Maurim, o técnico foi obrigado a improvisar um jogador naquele setor.
Segundo o treinador, contusões fazem parte do futebol. “No pós-jogo iremos avaliar como faremos para o próximo confronto. No próximo jogo teremos que encarar o adversário com a mesma seriedade de sempre”.
No domingo que vem o Vermelhinho joga fora de casa, contra o PSTC.
Fernando Alcântara destacou o esforço dos atletas para o time vencer o Andraus Brasil, anteontem. “Todos perceberam que nós viemos para fazer um jogo equilibrado, de atletas que sabem o que fazer dentro de campo e o resultado nos favoreceu pela determinação e dedicação do grupo”.
O JOGO – Com 20 minutos, o Atlético de Paranavaí praticamente liquidou o jogo contra o Andraus, abrindo 2×0, com gols de Hércules (aos 4 min) e do zagueiro César, de cabeça, aos 20 min. O mesmo César, também de cabeça, voltou a marcar no início do segundo tempo.
Nos três jogos em casa, o Vermelhinho não sofreu sustos, com sua zaga sendo soberana, por isso mesmo é a menos vazada da competição (2 gols sofridos), após quatro rodadas.
O meio-campo é quem precisa melhorar, principalmente nos passes. O time não consegue ter uma sequência de passes, dificultando a criação de jogadas, embora anteontem o time tenha se posicionado atrás, ao construir o placar, explorando os contra-ataques. E o time perdeu algumas chances de ampliar o placar.
Quem chamou atenção no meio-campo foi Damião, que ainda não havia entrado em campo. Ganhou chance de jogar com a contusão de Maurim. Sabe se posicionar em campo e tem bom toque de bola. É uma boa opção ao treinador para criação no meio-campo.
Novamente o meia Kaique teve bom rendimento, chamando atenção do torcedor, mas ele tem falhado nas conclusões. “Fui feliz em algumas jogadas e infeliz em algumas conclusões. Mais uma vez fiquei perto de marcar o gol”, reconheceu o jogador. “Gostei muito da apresentação do time. Tivemos uma organização defensiva muito boa e fomos felizes nos contra-ataques”, concluiu.
Ficha técnica
Atlético de Paranavaí 3×1 Andraus Brasil
4ª rodada da Divisão de Acesso do Paranaense 2018. Local: Estádio Waldemiro Wagner, em Paranavaí. Gols: Hércules (PAR) aos 4 min., César (PAR) aos 20 min, Asa (AB) aos 29 min do 1º tempo, César (PAR) a 1min39 do 2º tempo.
Público pagante: 443. Total: 603. Renda: R$ 4.500,00. Árbitro: Rodrigo Aparecido Pereira. Assistentes: Fabio Ferreira Santiago e Vinicius Martinelli Gomes. Cartão amarelo: Léo (PAR), Yan, Luiz Fernando e Cleverson (AB).
Equipes:
AC Paranavaí: Romero; Samuel, César, Pedro Vitor e Maurim (Damião), Diego, Lacerda, Hércules e Kaique; Léo e Gustavo (Macedo depois Thiago Henrique). Técnico: Fernando Rogério Alcântara.
Andraus: Ravel; Yan, Márcio, Luiz Fernando e Gustavo (Hudson), Asa, Flávio (Tchano), Rafael e Liniker (Ítalo); Wellington e Paulo José. Técnico: Aparecido de Adão Gonçalves de Souza.